Postado em: 07/03/2014 às 19:49 - Por: Neli Carpinter

Olá belas mulheres!

Homenagem a todas as Mulheres

Homenagem a todas as Mulheres

Hoje vim fazer uma homenagem a todas as mulheres e principalmente àquelas que me ensinaram a beleza do amor e me fizeram descobrir encantos e também, por que não dizer os desencantos? Mulheres com quem aprendi muito sobre sensibilidade, bravura e perseverança.
Tenho a felicidade de ter mulheres muito especiais na minha vida.

Coloco aqui a galeria de celebridades da minha vida.

A começar pela minha mãe (in memorian), que foi uma mulher muito bonita por dentro e por fora. Passamos pouco tempo juntas, mas foi o suficiente para aprender amá-la de forma incondicional e até hoje sinto uma falta enorme dela.

A minha avó materna (in memorian), que me criou. Era além de vó, mãe e madrinha. Dela, eu sinto saudades das nossas farras, dos momentos maravilhosos que passamos juntos e até mesmo das ranhetices.

As minhas primeiras professoras, que ajudaram a formar o meu caráter. Lembro com carinho de cada uma delas.

Quando estava caminhando para minha vida profissional teve uma que me marcou da melhor forma possível, Arlete Portela. Que me orientou e me fez ver a responsabilidade que a vida estava para me impor.

Tem também as meninas, mulheres preciosas, como minha irmã Nélia, Minhas tias Ilma, Hilda e Irene e minhas sobrinhas Ellen e Emanuele.

Tem a prima Luciene, que é amiga, por quem sempre peço a Deus quando faço minhas orações. Os obstáculos que papai do céu coloca em nossa caminhada vêm apenas para reforçar o sentimento fraterno e aproximar ainda mais os nossos laços. Amo muito esta menina mulher!

Tem a melhor amiga da infância, Dilma, que reencontrei após mais de 30 anos e a da adolescência, Marcinha, que hoje em dia mantenho contato apenas pelo face, mas que continua no meu coração. São com quem cresci e aprendi junto e guardo os mais saudosos momentos na memória.

Tem a amiga que fiz no trabalho, Lúcia, que é amiga e irmã e que tenho orgulho por ter conhecido, não importa se antes não gostávamos uma da outra, porque no final das contas o que importa mesmo é que vivemos há mais de 20 anos uma linda amizade.

Tem a Nancy, que é nora e está fazendo meu filho feliz.

Tem a amiga Maria, que foi patroa e que não vejo sempre, mas não tem problema, porque sei que ela está lá e ela sabe estou aqui sempre que precisarmos.

E Tem vocês, meninas que visitam meus blogs desde 2005 e me aquecem o coração, me dão paz e tranquilidade e me fazem sentir que a vale muito à pena cada minutinho que passo na internet.

Que me perdoem todas as outras tantas mulheres marcantes que não mencionei, mas que sabem que fazem parte do meu mundo. A todas reverencio e agradeço por tudo.

Obrigada a todas vocês, minhas amigas queridas, mulheres, mães, meninas e molecas. São vocês que me fazem amar, contemplar e valorizar o privilégio de participar desse espetáculo único que é a vida.

Tenham todas vocês um lindo dia da mulher, mas lembrando que nosso dia são todos os dias, quando podemos viver e partilhar momentos que farão parte da nossa história.

Um beijo grande!

Posts Relacionados:
♥ ♥ ♥ Comentários ♥ ♥ ♥

(*) Campos Requeridos



Flavinha
Em 07-03-2014 às 10:32 pm

Oiiiiii
São tantas as mulheres das nossas vidas neh?
E tem muitas que nos marcam para sempre.
bj


Em 09-03-2014 às 1:05 am

Que homenagem bonita! Sempre bom falar das mulheres que nos inspiram pela vida!
Parabéns para você também por reconhecê-las e por ser uma mulher! =]
Kiss


    Neli Carpinter
    Em 09-03-2014 às 4:26 am

    Obrigada Cih!
    A vc também, parabéns por fazer parte do time das batalhadoras no mundo.
    Bjus


Em 09-03-2014 às 1:43 am

Que lindo post e homenagem as mulheres da sua vida!!! Amei mesmo, e eu nem mesmo pensei em homenagear as minhas queridas, mal parabenizei. :p
Parabéns pelo seu dia Internacional!!!
Beijos Grandes


    Neli Carpinter
    Em 09-03-2014 às 4:29 am

    Olá Dafne!
    Obrigada e a vc também.
    Sempre é tempo de homenagear as pessoas que fazem ou já fizeram parte de nossa vida. O importante é não esquecê-las nunca.
    Bjus