Postado em: 15/09/2013 às 02:39 - Por: Neli Carpinter

Os anos passam e a gente vai ficando mais nostálgico. Ando sentindo tantas saudades que resolvi falar delas aqui.

Ultimamente minha vida anda meio que devagar quase parando, então tenho tido muito tempo para pensar e no meio desses pensamentos vem a saudade, saudade dos tempos que tudo era mais simples, as pessoas mais amigas, os vizinhos eram os parentes mais próximos, saudade das pessoas queridas que já foram para os braços do Pai, saudade de escrever e receber cartas , de enviar cartões de Natal e Ano Novo e também receber e colocá-los na árvore de Natal montada na sala de visitas, saudades de receber os parabéns pela passagem do aniversário pessoalmente com um abraço apertado, saudade de sentar à mesa com toda a família para as refeições, principalmente para o café da manhã, momento que eu mais amava.

A maior de todas as minhas saudades é a minha avó, que além de ser  minha avó, era mãe e madrinha. Tudo que sou agradeço a ela. Essa nem o tempo me fará esquecer =[

Eu sei que tudo muda, evolui, mas sinceramente, não é muito melhor você receber um abraço ou até mesmo um telefonema de um amigo te felicitando pela passagem do teu aniversário do que simplesmente no final do dia você abrir suas páginas nas redes sociais e ler mensagens que muitas das vezes são frias, enviadas simplesmente porque o facebook lembrou a todos que fazem parte de sua lista de “amigos” que era o SEU dia?

E quando ia fazer almoço e via que tava faltando sal, cebola ou outra coisa e pedia emprestado ao vizinho? Hoje, se está faltando algo você liga e pede delivery porque o vizinho é só para dar bom dia, boa noite, isso quando não passa e finge que nem conhece.

Os correios que antes eram essenciais para a comunicação entre amigos e parentes que se encontravam longe, atualmente servem de transportadora para suas compras online. Os carteiros trabalham mais, carregam mais peso e recebem menos afeto do povo. Muitos nem se lembram de lhes desejar um bom dia, quanto mais de lhes oferecer uma garrafa de vinho no final do ano.

O almoço de domingo com a família, que depois todos se sentavam na sala para assistir Televisão e “bater papo”… Hummm, que saudade!  Na minha casa costumávamos falar que domingo era dia de frango assado, coca cola e Sílvio Santos.

São tantas as saudades… mas fazer o quê neh? É vida que segue…

E você tem saudade de alguma coisa em especial? Deixe seu comentário e desabafe sua saudade aqui.

Um grande beijo para todos e todas.

Posts Relacionados:
♥ ♥ ♥ Comentários ♥ ♥ ♥

(*) Campos Requeridos



Em 16-09-2013 às 2:27 pm

Oi! Vi que você é de Volta Redonda, eu sou de Barra do Piraí 🙂 Legal conhecer pessoas de perto!
Eu tenho muitas saudades dos meus avós também. Minha avó paterna faleceu quando eu tinha 13 anos e eu era muito ligada a ela.
Concordo com o que você disse, antigamente as pessoas eram mais unidas. Infelizmente o progresso está fazendo com que as relações pessoais fiquem menos verdadeiras.
Um beijo e uma ótima semana pra você!


    neli
    Em 19-09-2013 às 10:37 pm

    Oi Bianca!
    É muito legal mesmo conhecer pessoas que moram próximo.
    Eu morei 2 anos em Barra do Pirai (na Assis Ribeiro), gosto muito daí.
    Estou te favoritando para estar sempre no seu cantinho.
    BJus


Em 16-09-2013 às 9:01 pm

Saudades é o sentimento mais bipolar que existe, né? Como pode algo tão ruim existir por causa de coisas tão boas?
eu tenho saudades de tudo, em tempo integral…


Miauí
Em 17-09-2013 às 4:19 am

É o mundo muda. Muitas saudades de algumas coisas mesmo, principalmente da Vó. A vida anda corrida em muitos lugares mesmo. Ate o ano sinto que passa muito mais rapido q antes…rsss.. Gostaria de nunca sentir saudade. Pq se sinto saudade é pq já passou ou estou longe… Bjos prima, te <3