Postado em: 15/05/2014 às 23:15 - Por: Nelia Carvalho

nelia3Esse é um conjunto simples de sentimentos, mas perigoso quando acima da dosagem. Simples por fazerem parte do cotidiano da mente humana. Não sabemos o que queremos, o que precisamos, o que nos é realmente valioso. Bem próximo à dúvida aparece o ressentimento que nos dói a alma por não ter feito ou por te-lo feito muitas vezes com muito fervor, que nos estremece ao pensar e, curiosamente como de mãos dadas aparece a culpa, esta que além da alma, muitas vezes adoece o corpo físico, mexe com as emoções e interage arduamente com as dúvidas e ressentimentos.
Parece por um momento que eu simplesmente fiz uma salada com esses sentimentos e deixei de fora a preocupação… pois eis um grande engano, este ato de preocupar-se , pois já não se trata de um sentimento, vem como um estalo, de repente, sem você perceber e se faz como resultado desta união de dúvida, ressentimento e culpa.
Não se engane ao pensar que isso vem acontecendo agora nesta fase adulta em que se encontra. Sim posso dizer-lhes por experiência que acontece a partir do momento que você consegue distinguir na sua vida: quem é quem, o que você tem, onde mora, sua religião, o que você deseja e como deseja. A vida em si mexe com seu ser, dúvidas sem respostas, atos com consequências e ressentimentos…a culpa por não conseguir agir, viver, sentir, olhar a vida com outros olhos por simplesmente sermos humanos. Uma cura? Não! Não existe, apenas um amenizar. Como? Acreditando em um ser maior, que pela chamada fé te alivia, por um amigo que te escuta no momento em que tudo aflora em teu ser. A cura, esta só chegaria se ao fim de pouco ou longos anos chegasse o seu último suspirar … Então acabaria? A resposta é não! Se você acredita neste ser maior, acredita que terá outra vida, uma nova chance, pode ter certeza estará todos esses obstáculos mentais te esperando, pois se não houvesse, qual seria o valor dos poucos momentos felizes?

Posts Relacionados:

(*) Campos Requeridos



Neli Carpinter
Em 15-05-2014 às 11:43 pm

Muitos são os obstáculos mentais, mas com certeza esses quatro são os que mais mexem com nosso emocional. É difícil lutar contra eles, mas como vc falou, se não fossem eles, qual seria o valor dos momentos felizes não é mesmo?
Bjus


Em 16-05-2014 às 1:18 pm

Gostei .