Desde criança que amava esse tipo de coxinha. Quando viajava de Miguel Pereira para o Rio, o ônibus fazia uma parada em Arcádia numa lanchonete que tinha delas e era o que eu comia. Depois de casada fiz algumas vezes, com massa comum de coxinha, mas sempre achava meio bruta. […]

Continue lendo...